Argumentação Jurídica

Boa argumentação!
“[…] Conta-se que, em um plenário do júri, um promotor exibia aos jurados as provas processuais. Procurava, portanto, na prática de um discurso judiciário, convencer os jurados a respeito de sua tese. Mostrava a eles, com muita propriedade – argumentando -, que o laudo elaborado pela polícia técnica concluía que havia 99% de chance de que o projétil encontrado no corpo da vítima fatal houvesse sido disparado pelo revólver de propriedade do réu. Queria dizer o acusador que o réu não poderia, diante daquela prova concreta, negar a autoria do crime.Diante de tal fortíssimo argumento, o defensor, em tréplica, formou aos jurados a seguinte pergunta retórica: “suponhamos que eu tivesse um pequeno pote com cem balinhas de hortelã. E que eu, então, pegasse uma delas, tirasse do papel celofane que a envolve e, dentro dela, injetasse um dose letal de um veneno qualquer. Em seguida, que eu embrulhasse novamente o caramelo letal, colocasse dentro do pote com outras noventa e nove balinhas idênticas, e as misturassem todas. Teria algum dos jurados coragem de tirar do pote um caramelo qualquer, desembrulhá-lo e saboreá-lo?

Certamente que não.

Pois, se ninguém se arisca à morte ainda que haja noventa e nove por cento de apenas se saborear um caramelo de hortelã, ninguém pode condenar o acusado, ainda que haja noventa e nove por cento de chance de haver disparado sua arma contra a vítima.

Conta-se que, lançando mão desse argumento, o defensor conseguiu a absolvição do seu cliente.[…]”

Rodríguez, Víctor Gabriel – Argumentação Júrídica, 2003. 2° edição.

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: